Você já se perguntou o que as mulheres pensam na hora que estão recebendo sexo oral? Então vai algumas dicas para você se sair bem e dar muito prazer para sua parceira.

1 #Estava bom daquele jeito por que mudou

Quando o sexo oral está bom e a garota está em êxtase, sua mente provavelmente está vazia porque ela só está curtindo o momento e completamente entregue ao prazer da situação. Uma dica importante se ela estiver curtindo não mude o movimento de forma brusca pode cortar o prazer dela.

2 #Será que ele está curtindo?

Isso é uma dúvida normal tanto do homem quanto da mulher na hora do sexo oral. Normal ficar pensando se o cara ou ela está curtindo fazer o sexo oral. Hora de relaxar e gozar, afinal ficar encanada(o) só atrapalha o prazer. Ele ou ela não vai te chupar se não gostar, então relaxa!

3 #Não consigo gozar, e agora?

Algumas meninas levam mais tempo para gozar do que outras, afinal, cada mulher é diferente e o estímulo para “chegar lá” também pode variar. Como a estimulação do clitóris e das outras áreas erógenas é menos intuitiva do que o estímulo do pênis, manter a consistência do movimento lá embaixo para que a menina chegue ao orgasmo é um pouco mais complicado. Por isso o legal é manter o diálogo durante o sexo oral para saber se está no caminho certo. Direcionar o parceiro é importante, afinal ninguém nasce sabendo.

4 #Tomara que ele não pare agora!

Quando uma mulher pede para o homem não parar, provavelmente ela está bem perto de gozar. Então, não pare. Pode ser difícil não parar porque a sua mandíbula e língua já estão doendo. Vai a dica; colocar pressão demais e mexer a língua com uma velocidade muito intensa pode te fazer cansar mais rápido: o importante é a consistência do movimento, e não a velocidade ou a força que você coloca.

5 #Vamos transar logo

Quando o sexo oral é muito bom e o tesão já está nas alturas, a maioria das mulheres só quer partir para a penetração, mesmo depois de gozar, afinal ela pode se recuperar rápido e quer mais. Então se joga e aproveite o momento. O importante é nunca esquecer o preservativo na hora da penetração.

Aperta? Machuca? Perde a graça? Nada disso. No sexo, a proteção não pode ser negligenciada, mas isso não quer dizer que a diversão precisa ficar de lado. Apesar de a gama de métodos contraceptivos ser bastante extensa, a camisinha segue sendo o único deles que, além de prevenir uma gravidez indesejada, também protege contra doenças sexualmente transmissíveis. Por isso tenha sempre a camisinha em mãos no momento Rilex. Uma dica importante é não ficar na mesma. Você já reparou na quantidade de modelos de camisinhas que existe por aí? Pois é, eles não são enfeite na farmácia. Em vez de ter apenas um modelo que seja de seu gosto, por que não ter um gama de preservativos interessantes e poder variar entre eles de vez em quando.

 

Dicas para colocar o preservativo de forma segura:

 

1 #Guarde as camisinhas adequadamente.

Elas podem ficar ásperas e mais propensas a rasgar se não forem armazenadas corretamente. Camisinhas expostas ao calor ou à luz se tornam mais frágeis.

Não deixe as camisinhas no bolso de trás da calça, na carteira ou no porta-luvas do carro. Em vez disso, guarde-as em uma gaveta. Quando for a hora, pegue-as pouco antes de sair. Não tem problema carregá-las em um desses lugares temporariamente. Armazene-as em um lugar fresco e seco, longe da luz do sol. Elas devem ficar dentro do pacote selado até a utilização.

 

2 #Verifique a embalagem.

Antes de comprar camisinhas, cheque a data de validade. Além disso, verifique a data de validade antes de usá-la, se estiver vencida, jogue fora. Nunca use uma camisinha vencida, pois ela pode rasgar durante a transa. Procure furos e rasgos na embalagem e jogue a camisinha fora caso encontre algo. Caso a camisinha esteja áspera, grudenta ou descolorida, jogue-a no lixo e use uma nova

 

3 # Abra a embalagem pelas laterais.

Empurre a camisinha para o lado oposto ao que vai abrir e puxe a parte picotada. Ela é projetada para abrir com facilidade, aproveite. Não se deixe levar pelo calor da

paixão. Sem desespero, nada de usar os dentes, lâminas, tesouras, canivetes, machados, ou qualquer instrumento afiado. Já pensou se rasga a camisinha junto? Uma camisinha rasgada não serve para nada. E se for a única camisinha, então? Acabou a brincadeira!

 

4 #O pênis deve estar totalmente ereto.

A camisinha deve ficar confortável e justa no pênis, sem apertar demais e sem formar bolhas de ar. Quando enrolada em um pênis semi ereto, a camisinha fica saindo e pode rasgar. Ela deverá ir do pacote diretamente para o pênis. Não tire o preservativo da embalagem até estar completamente ereto e pronto para o uso. Nunca reutilize uma camisinha.

 

5 #Vista a camisinha. 

Ela deverá descer facilmente ao longo do pênis. Caso você coloque do avesso, pegue outra e tente novamente. O pênis ereto produz o fluido pré-ejaculatório, que contém um pouco de esperma. Se esse fluido entra em contato com o preservativo, virá-lo pelo avesso e reutilizá-lo pode causar gravidez e transmitir doenças do mesmo jeito, portanto não faça isso. Para colocar o preservativo, siga estes passos:

  • Segurando o reservatório com uma mão, ponha a camisinha na ponta do pênis. Com a outra mão, tire os pelos pubianos do caminho, se for necessário.
  • Depois disso, desenrole a camisinha ao longo do pênis ereto, tirando as bolhas de ar que aparecerem.
  • Faça a mesma coisa se usá-la em um brinquedo.

 

 6 #Atenção com o tamanho

Ao contrário do que muita gente pensa, camisinhas não vêm em tamanho único. Há casos em que o homem sente que o  preservativo está apertando o pênis porque ele está mal colocado, mas também existe a chance de o tamanho não ser o apropriado para o membro. Enquanto a camisinha tradicional tem 52 milímetros de diâmetro, há também um tipo menor, com 49 milímetros, e a extra grande, com 56 milímetros.

Se há desconforto ou se o anel do preservativo não chega até a base do pênis, a dica é experimentar a largura maior e ver se ele se adapta. A escolha correta é aquela que não estrangula o membro e nem fica folgada, para que não escorregue durante o sexo.

 

#IMPORTANTE

Sempre leia a bula na embalagem, ela fica no verso da embalagem de consumo e é essencial para orientar o consumidor sobre uso seguro do preservativo. 

INSTRUÇÃO DE USO

COMO USAR CORRETAMENTE OS PRESERVATIVOS RILEX

  • Abra o envelope só na hora do uso, de maneira delicada para evitar qualquer danificação.
  • Coloque o preservativo na ponta do pênis ereto.
  • Nunca o desenrole antes de usar.
  • Ao colocar aperte a ponta do reservatório com os dedos, evitando assim uma possível ruptura. (Fig.1)
  • O preservativo deve ser desenrolado em toda a extensão do pênis. (Fig.2)
  • Se o preservativo for desenrolado ao contrário, ele não descerá a base do pênis, se isto acontecer, jogue-o fora e abra outro preservativo.

APÓS O ATO SEXUAL

Retire o pênis ainda ereto lentamente, segurando o preservativo na base para evitar vazamento do esperma.

PRECAUÇÕES

  •    Evite o contato com anti-sépticos de base oleosa, fenóis e seus derivados de petróleo (tipo vaselina), óleo mineral ou outros materiais incompatíveis com a borracha. Estes danificam o látex, facilitando a ruptura do preservativo.
  • Caso ocorra sexo oral antes do coito, recomenda-se utilizar um novo preservativo.
  • Caso o coito seja prolongado, recomenda-se a substituição do preservativo.
  • Se você desejar um lubrificante adicional, utilize-o somente à base de água.
  •    Caso ocorra irritação em qualquer um dos parceiros, o uso deverá ser descontinuado. Persistindo os sintomas, consulte um médico.

ADVERTÊNCIA

  • O Preservativo Rilex não é recomendado a qualquer um dos parceiros que sejam sensíveis ao látex de borracha natural.

RECOMENDAÇÕES

  • Use o preservativo RILEX a cada relação sexual. Jamais utilize-o mais de uma vez.
  • Proteja do calor, da umidade e da luz.
  • Não utilize objetos cortantes ou pontiagudos para abrir as embalagens.
  • Não utilize os dentes para abrir as embalagens.
  • Não jogue o preservativo no vaso sanitário. Enrole-o em um papel e jogue-o no lixo.
  • Não utilize o preservativo com data de validade vencida.
  • Os preservativos RILEX são recomendados no auxílio à prevenção de doenças sexualmente transmissíveis e para o planejamento familiar.
  • Nenhum preservativo pode garantir 100% de eficiência. Mesmo assim é o meio mais eficaz que se conhece.

Você conhece todos os tipos de camisinhas disponíveis no mercado? De efeito retardante a preservativos texturizados, não faltam possibilidades para diversificar na cama e tornar o sexo ainda mais interessante. Há homens que se queixam que a camisinha machuca a região do pênis ou mesmo que atrapalha o prazer. Porém, basta achar o modelo adequado para curtir o sexo da mesma maneira. Por isso, é fundamental conhecer os principais tipos de preservativos e suas vantagens. Conheça todas as opções abaixo e escolha a mais interessante para você:

#Camisinha comum

O preservativo tradicional é feito de látex e contém lubrificante. Não pode faltar no seu esconderijo, e você deve incentivar a sua parceira a ter sempre na sua bolsa. Assim, ambos ficam com a responsabilidade de garantir a saúde do casal.

#Camisinha sem lubrificante

Este preservativo é indicado para exames ginecológicos, algumas pessoas usam esse preservativo para a prática do sexo anal, onde colocam o preservativo sem a lubrificação para “agarrar” no pênis e usam um lubrificante à base d’água por fora. O sexo anal tem muito atrito e há relatos de pessoas que tiveram o preservativo escapado. Uma dica importante caso for usar a camisinha sem lubrificante, nem sempre a mulher tem lubrificação natural, ou, às vezes, não está excitada o suficiente, então o lubrificante do preservativo ajuda bastante, pois se a lubrificação for pouca, existe um risco maior de a camisinha estourar, além de provocar incômodo e ardência na mulher por conta do atrito.

#Camisinha aromatizada

Quem disse que chupar bala com papel é ruim? os preservativos com aromas estão cada vez melhores. Já é possível encontrar camisinhas com os mais diversos aromas. Encontre o aroma da preferência da sua parceira e/ou parceiro e se joga, disponível em diversos tipos como menta, morango, melancia e chocolate etc, uma boa dica é usar para o sexo oral no homem.

#Camisinhas hot e ice 

Essas camisinhas oferecem sensações térmicas. As camisinhas “hot” esquentam,

enquanto as do tipo “ice” esfriam. Feitas para proporcionar uma sensação

diferenciada tanto no homem quanto na mulher, as camisinhas aquecem ou esfriam

conforme os movimentos da penetração. O homem já consegue sentir o efeito ao

colocar o preservativo.

#Camisinha sensitive

Com espessura mais fina, este preservativo fica mais justo no pênis, como se fosse

uma segunda pele. A qualidade é a mesma de um preservativo comum. Quem acha

que camisinha atrapalha o prazer pode apostar nesse modelo, que é mais fino e

lubrificado, ajudando a aumentar a sensibilidade do pênis . A ideia é parecer que

você nem a está usando.

#Camisinha com efeito retardante

Também conhecida como camisinha retardante, É colocado um anestésico chamado benzocaína na composição do lubrificante do preservativo, que é capaz de diminuir a sensibilidade do pênis. Com isso, o homem demora mais tempo para sentir prazer e ejacular. Imagina só meninas? prolongar o tempo da ereção dele? deixando o mais tranquilo e à vontade, o efeito funciona para a maioria dos homens, e é legal lembrar que não é apenas para homens com problemas de ejaculação precoce.

#Camisinha texturizada

Para apimentar a relação, você pode experimentar com a sua parceira esse tipo de

camisinha, que possui relevos, ranhuras ou pontinhos saltados sobre o preservativo,

para aumentar o prazer. Durante a penetração, a textura cria uma sensação

diferente na mucosa vaginal, dando um estímulo mais acentuado. O preservativo

texturizado não garante o orgasmo, porém é mais um item que pode ajudar na busca de mais prazer, chegando ao orgasmo.

#Camisinha com espermicida

Essa camisinha contém uma substância chamada nonoxynol-9, que é o agente espermicida. O espermatozóide em contato com essa substância morre imediatamente. As indústrias de preservativo mandam o produto para ser testado em laboratórios credenciados, que comprovam sua eficácia. Vamos dizer que é uma

dupla proteção, porém vale lembrar que todo preservativo usado e manuseado de

forma correta também protege de doenças e gravidez.

#Camisinha extra large

Homens de “porte” mais avantajado acabam de perder uma desculpa esfarrapada

para não se proteger na hora do sexo. O preservativo extra large é para homens

que têm o pênis muito grosso. As medidas de espessura vêm

indicadas na embalagem. A norma internacional de fabricação de preservativos exige um mínimo de 160 mm de comprimento, o que muda na verdade para essa camisinha é a largura nominal. A largura nominal é obrigatória estar informada na embalagem, considera-se preservativo extra large acima de 55 mm de largura nominal. Confira e veja se é o seu caso!

#Tamanhos de camisinha

A norma internacional de fabricação de preservativos masculinos exige dos fabricantes um comprimento mínimo de 16 centímetros. Historicamente os fabricantes brasileiros trabalham com o comprimento em torno de 18 centímetros. O verdadeiro tamanho da camisinha está em sua LARGURA NOMINAL, que pode variar entre 49 milímetros até 56 milímetros, e é exatamente essa medida que determina um preservativo “PEQUENO” para um preservativo “GRANDE”. Os fabricantes são obrigados a informar nas embalagens qual a largura nominal. É importante você saber qual a largura se adapta melhor, para não correr o risco do preservativo escapar nem ficar apertado demais.

Se para muita gente falar sobre sexo ainda é um tabu difícil de ser quebrado, imagine só falar sobre virgindade. Um assunto delicado, carregado de significado histórico e cultural. Mas, afinal de contas, o que é virgindade? Do que se trata essa definição? Por que esse é um assunto tratado com tanto “receio” por algumas pessoas. Antes da primeira transa é normal sentir várias dúvidas, por isso a Rilex vai te dar uma mãozinha. O mais importante é você estar à vontade com a ideia e se sentir pronto para passar para uma próxima fase.

#Hora certa

É mais mito do que uma questão cultural. Não interessa se você tem 15, 20, 30 anos. Sua virgindade deverá ser rompida quando, como e com quem você quiser. Depende muito mais do estado emocional do que do “tempo” propriamente dito. Esse momento depende de cada pessoa sendo homem ou mulher, não se deixe pressionar, faça tudo no seu tempo, isso com certeza vai mudar o resultado.

#Tensão

Essa é, na verdade, a pior inimiga! Se a menina ou menino estiver nervosa no momento, ela pode ficar contraída. E se houver penetração com o corpo assim, sem estar com a musculatura da pélvis relaxada, as chances de ela sentir dor são maiores. Então homens se liguem, ajudem sua parceira a relaxar e a sentir se confortável.

#Escolha do local

escolha do local é muito importante. Não é legal ter a primeira transa no carro, com o casal constrangido, desconfortável e um monte de gente passando. Em casa, com os pais no cômodo ao lado, também não é recomendado, porque a situação é tensa por si só, ainda mais com o risco de alguém entrar no quarto e pegar. É preciso que ambos estejam tranquilos e em um local que permita que eles relaxem.

#Preliminares

Isso é o que difere os homens dos meninos na cama. As preliminares são importantíssimas para preparar a mulher para o sexo, especialmente na primeira vez. Além disso, elas ajudam muito o homem a controlar sua ansiedade. Se você está com medo de ejacular rápido, foque no prazer dela para ganhar tempo e deixá-la no mesmo “ponto” que você.

#Camisinha

Muitos meninos perdem a ereção na hora de colocar o preservativo. É interessante treinar sozinho em casa, para aprender a colocar, e se masturbar com a camisinha, para se acostumar com a textura, para na hora do ato não ter problemas e nem se sentir inseguro.

#Homens

Sem pressa, é normal no meio de tanta pressão, ter pressa para fazer a penetração, relaxe e fique  super tranquilo, ser gentil e mostrar que não está preocupado só em penetrar, em geral ajuda muito, a menina idealiza essa situação e espera romantismo, então tenha calma e faça com que seja prazeroso para você e sua parceira.

#Mulheres

Para muitas meninas, perder a virgindade é um momento confuso, que mistura expectativas, desejo e medo. Para piorar, existem muitos mitos que envolvem a primeira vez, o que as deixa ainda mais desorientadas. Algumas coisas que a mulher deve saber sobre a primeira transa é:

Só vai doer se você estiver nervosa. Por conta da tensão, a mulher tende a contrair a musculatura da coxa, enrijecendo também os músculos internos e dificultando a entrada do pênis. É isso que causa a dor. Então relaxe!

É possível, sim, sentir prazer na primeira vez, para isso você precisa  relaxar e se entregar ao momento.

#Como colocar camisinha

Tanto o homem quanto a mulher têm a obrigação de saber como colocar o preservativo. O modelo masculino é mais fácil de ser manuseado, portanto mais indicado para a primeira vez.

#Camisinha masculina: abra o pacote com as mãos, não com o dente, tesoura ou outro objeto cortante. Assopre para ver qual é o lado correto de desenrolar. Posicione o preservativo na cabeça do pênis, aperte a pontinha (que é onde o esperma vai ficar armazenado) e desenrole-o até a base do órgão. Se perceber que começou a desenrolar do lado errado, descarte e use um novo.

#Camisinha feminina: tenha os mesmos cuidados ao abrir a embalagem. O preservativo feminino possui dois anéis: um dentro da camisinha e um na abertura. Aperte o primeiro com os dedos: ele ficará “compridinho”. Introduza-o na vagina, até o final. O outro anel ficará do lado de fora, revestindo a entrada. O pênis deve ser inserido dentro dele.

Hoje é dia de falar de orgasmo, isso mesmo orgasmo! Melhor que isso hoje é dia de solucionar um tabu muito frequente entre as mulheres. Se você sente dificuldade em chegar ao orgasmo, ou mesmo se nunca sentiu esse gostinho nem se quer uma vez na vida, saiba que você não está sozinha. Chegar ao orgasmo com facilidade é privilégio de poucas mulheres.

A boa notícia é que é possível conquistar o prazer com treino, exercícios e autoconhecimento. No mês das mulheres a Rilex está preocupada em te fazer sentir muito prazer. Por isso vai umas dicas essenciais para você se conhecer e entender o que está acontecendo com seu corpo.

#Como saber se teve orgasmo?

O orgasmo acontece quando existe um estímulo físico, que dispara para o cérebro um gatilho que libera uma explosão de hormônios para seu corpo e que provoca sensações muito prazerosas, seguidas de um relaxamento profundo.

Muitas mulheres me dizem que não sabem ou que não tem certeza se já experimentaram um orgasmo. Outra coisa importante: pare de comparar as suas reações em relação ao sexo com a de outras mulheres. Muitas mulheres dizem que sentem a perna tremer, que sentem calafrios, que perdem a força nas pernas, que sentem vontade de gritar, enfim, as reações são mesmo variadas. Mas se você não sentir nada disso, não significa que o orgasmo delas é melhor que o seu, isso é bobagem.

 

#A diferença entre o orgasmo clitoriano e vaginal?

A maioria das mulheres aprende a se estimular e a se masturbar com a estimulação clitoriana (isso quando o fazem), deixando de lado o conhecimento da estimulação vaginal, feito através da penetração. Esse é um dos motivo pelos quais a maioria das mulheres têm mais facilidade em alcançar o orgasmo clitoriano, além do fato de o clitoris ficar um pouco mais exposto, o que facilita a manipulação.

A fisiologia é praticamente a mesma, tanto a vagina quanto o clitoris são áreas repletas de terminações nervosas que, se estimuladas da maneira correta, podem provocar muito prazer e consequentemente o orgasmo feminino.

#Dicas práticas para chegar ao orgasmo com facilidade

Um dos passos para isso é o autoconhecimento: tocar e olhar o próprio corpo para descobrir pontos de sensibilidade é primordial. Além disso existem técnicas que você pode testar como: A prática da ginástica íntima, ou pompoarismo, como é mais conhecido, ajuda bastante a mulher a conhecer melhor o próprio corpo, proporcionando uma consciência da musculatura vaginal muito maior, além de aumentar a irrigação sanguínea na região genital.

 

#A mulher é um ser orgástico

As mulheres não são menos orgásticas que os homens, pelo contrário, elas são fisicamente capazes inclusive de alcançar múltiplos orgasmos e mais intensos. Para isso a mulher precisa se abrir para as novas experiências e se conhecer. Quando se trata de sexo, o interessante é experimentar novas sensações e arriscar coisas diferentes. Por isso a dica mais importante: Não se prenda a clichês, se conhecer é a melhor solução para você entender seu corpo, e o que gosta!