Se para muita gente falar sobre sexo ainda é um tabu difícil de ser quebrado, imagine só falar sobre virgindade. Um assunto delicado, carregado de significado histórico e cultural. Mas, afinal de contas, o que é virgindade? Do que se trata essa definição? Por que esse é um assunto tratado com tanto “receio” por algumas pessoas. Antes da primeira transa é normal sentir várias dúvidas, por isso a Rilex vai te dar uma mãozinha. O mais importante é você estar à vontade com a ideia e se sentir pronto para passar para uma próxima fase.

#Hora certa

É mais mito do que uma questão cultural. Não interessa se você tem 15, 20, 30 anos. Sua virgindade deverá ser rompida quando, como e com quem você quiser. Depende muito mais do estado emocional do que do “tempo” propriamente dito. Esse momento depende de cada pessoa sendo homem ou mulher, não se deixe pressionar, faça tudo no seu tempo, isso com certeza vai mudar o resultado.

#Tensão

Essa é, na verdade, a pior inimiga! Se a menina ou menino estiver nervosa no momento, ela pode ficar contraída. E se houver penetração com o corpo assim, sem estar com a musculatura da pélvis relaxada, as chances de ela sentir dor são maiores. Então homens se liguem, ajudem sua parceira a relaxar e a sentir se confortável.

#Escolha do local

escolha do local é muito importante. Não é legal ter a primeira transa no carro, com o casal constrangido, desconfortável e um monte de gente passando. Em casa, com os pais no cômodo ao lado, também não é recomendado, porque a situação é tensa por si só, ainda mais com o risco de alguém entrar no quarto e pegar. É preciso que ambos estejam tranquilos e em um local que permita que eles relaxem.

#Preliminares

Isso é o que difere os homens dos meninos na cama. As preliminares são importantíssimas para preparar a mulher para o sexo, especialmente na primeira vez. Além disso, elas ajudam muito o homem a controlar sua ansiedade. Se você está com medo de ejacular rápido, foque no prazer dela para ganhar tempo e deixá-la no mesmo “ponto” que você.

#Camisinha

Muitos meninos perdem a ereção na hora de colocar o preservativo. É interessante treinar sozinho em casa, para aprender a colocar, e se masturbar com a camisinha, para se acostumar com a textura, para na hora do ato não ter problemas e nem se sentir inseguro.

#Homens

Sem pressa, é normal no meio de tanta pressão, ter pressa para fazer a penetração, relaxe e fique  super tranquilo, ser gentil e mostrar que não está preocupado só em penetrar, em geral ajuda muito, a menina idealiza essa situação e espera romantismo, então tenha calma e faça com que seja prazeroso para você e sua parceira.

#Mulheres

Para muitas meninas, perder a virgindade é um momento confuso, que mistura expectativas, desejo e medo. Para piorar, existem muitos mitos que envolvem a primeira vez, o que as deixa ainda mais desorientadas. Algumas coisas que a mulher deve saber sobre a primeira transa é:

Só vai doer se você estiver nervosa. Por conta da tensão, a mulher tende a contrair a musculatura da coxa, enrijecendo também os músculos internos e dificultando a entrada do pênis. É isso que causa a dor. Então relaxe!

É possível, sim, sentir prazer na primeira vez, para isso você precisa  relaxar e se entregar ao momento.

#Como colocar camisinha

Tanto o homem quanto a mulher têm a obrigação de saber como colocar o preservativo. O modelo masculino é mais fácil de ser manuseado, portanto mais indicado para a primeira vez.

#Camisinha masculina: abra o pacote com as mãos, não com o dente, tesoura ou outro objeto cortante. Assopre para ver qual é o lado correto de desenrolar. Posicione o preservativo na cabeça do pênis, aperte a pontinha (que é onde o esperma vai ficar armazenado) e desenrole-o até a base do órgão. Se perceber que começou a desenrolar do lado errado, descarte e use um novo.

#Camisinha feminina: tenha os mesmos cuidados ao abrir a embalagem. O preservativo feminino possui dois anéis: um dentro da camisinha e um na abertura. Aperte o primeiro com os dedos: ele ficará “compridinho”. Introduza-o na vagina, até o final. O outro anel ficará do lado de fora, revestindo a entrada. O pênis deve ser inserido dentro dele.

O carnaval é uma festa de celebração de prazeres, flerte, loucura, dança e pegação. É tempo de extravasar, soltar a franga, se fantasiar, experimentar, dançar até cair, extravasar os sentidos. Mas a vida continua depois do carnaval. Ainda bem! É melhor tomar algumas precauções para não rolarem arrependimentos depois, certo? Certo, por isso a Rilex preparou dicas para você curtir com segurança e consciência esse carnaval.

1 #Camisinha é sua melhor Fantasia

A primeira dica de todas é: Na hora de sair de casa, não esquecer a camisinha dentro da gaveta, afinal camisinha é para andar no bolso ou na bolsa e ser usada na hora da curtição. Não de esse furo.

2 #Não caia no papo furado

Não deixe de usar preservativo em hipótese alguma. Mesmo que a garota diga que “toma pílula” e o incentive a seguir em frente ou o cara te fale que não vai “gozar dentro”, não caia nessa cilada. Em primeiro lugar, porque você não sabe se ela/ele andou se cuidando. Se liga!

3 # Carnaval passa, algumas doenças não

Isso sem falar na chance de você pegar uma DST. Vamos ser honestos: se ela/ele quer transar desprotegida com você, provavelmente já fez isso com outros caras. Segundo a OMS, ocorrem cerca de 12 milhões de casos de DST no Brasil por ano. Você não quer entrar na estatística da sífilis, herpes genital, gonorreia. Ou pior HIV, certo? Então proteja-se para continuar curtindo muitos carnavais.

4 #Não vacile na hora de armazenar a camisinha

verifique sempre a validade da camisinha e se ela foi armazenada corretamente, sim muita gente deixa a camisinha no sol ou no calor, se você faz isso, hora de mudar de hábito: Não a guarde em lugares muito quentes, como o porta-luvas do carro ou dentro da carteira. Melhor levar solto em seu bolso, nada vai adiantar usar uma camisinha  se estiver danificada e rasgar no meio da relação. Então confira se ele tem o selo da Inmetro, e fique atento ao prazo de validade.

5 # Atenção na hora de colocar, verifique se ele está bem protegido

Muita gente vacila, muitos homens ainda erram na hora de usar o preservativo. Um dos principais erros é colocar do lado errado, podendo rasgar e você ficar sem proteção.

Então se liga na dica:

  • Colocar com o pênis ereto, não flácido
  • Apertar a ponta do preservativo ao botar a camisinha, para não ficar com ar dentro
  • Desenrolar do lado certo até o final
  • Nunca usar dois preservativos juntos, pois isso aumenta a chance de rasgar

6 #Respeite para ser respeitado(a)

Na hora da paquera evite toques e brincadeiras que possam ser mal interpretados afinal todos merecem todo o respeito, mesmo na hora da zueira.

7 # Cuidado com o consumo de bebidas alcoólicas

Ingerir bebidas alcoólicas em excesso pode influenciar em incidentes de diversas naturezas, como esquecer a camisinha na hora H. Ao beber, fique ligado em alguns fatores pessoais e de coletividade: você não está sozinho. Garanta a sua segurança e não ultrapasse o limite do outro.

8 #Sexo só é bom quando os dois dão Match

Sexo casual só é bom quando as duas pessoas concordam com as práticas. Por isso se ligue e não passe vergonha nessa carnaval. Não é não, a paquera é bem-vinda, mas se a resposta for “não”, acabou a conversa. Não force a barra, erga a cabeça e parta para próxima. Não permita que a curtição se transforme em assédio sexual e, se você vivenciar algo assim, denuncie através do número 190.

9 # Não se deixe influenciar

Importante: Saiba seus limites e não se deixe influenciar. Não faça nada que não esteja afim de fazer, conhecer os seus limites é sempre a melhor escolha. Se aquele seu amigo(a) tentar te persuadir com algo que não queira fazer, se imponha! é mais bonito dizer não do que forçar uma situação que não esteja confortável. E relaxe que seus amigos vão entender!

10 #Fantasia, ajuda na pegação!

E por último, não esqueça da Fantasia, ir pro carnaval sem fantasia é tipo ir pro Oscar de calça jeans e camiseta. Não precisa ser nada elaborado, mas quanto mais você se jogar na caracterização, mais irá se divertir e mais chance tem de chegar nela/nele de uma forma descontraída. Acredite, quem não gosta de fantasias exóticas e engraçadas?