Muitas pessoas dizem que nunca fizeram, outras têm medo e há ainda aquelas que dizem que é perigoso ou que consideram errado. Por isso, experimentar ou não a prática anal é uma decisão difícil, além de ser tabu para muita gente. Ninguém pode dizer que não gosta se nunca experimentou. Dessa forma, o primeiro passo para eliminar esse grande tabu é a mulher estar relaxada e excitada.

1) Lubrificação: normalmente muitas pessoas usam substâncias inapropriadas para lubrificação como, por exemplo, óleo de cozinha, xilocaína (para adormecer a região), saliva, vaselina, sabonete, dentre outros. Porém, todas essas opções não são indicadas, pois, podem trazer sérios problemas e bactérias para a região. O indicado para essa prática são os géis a base de água, que possuem alto teor lubrificante e ajudam o pênis a deslizar na hora da penetração. O recomendado é colocar o lubrificante em cima do preservativo para se proteger e aproveitar com mais prazer.

2) Posições: As posições podem variar bastante, dependendo da fase em que a pessoa está nesta prática. Porém, a posição de quatro apoios não é muito indicada para quem está iniciando o sexo anal. Essa posição é para quem já está há muito tempo praticando sexo anal e já tem facilidade para essa penetração. Quem é iniciante da prática, deve começar por posições como de ladinho e conchinha, assim a pessoa terá um controle maior, caso ela sinta dor e precise retirar.

3) Utilize os dedos: um dos erros mais cometidos para quem quer experimentar a prática anal é começar a penetração com o pênis. “O ideal é iniciar com os dedos, primeiro a metade de um dedo, depois a metade de dois dedos até a mulher ir acostumando”.

4) Use preservativos: não usar preservativos no sexo anal torna as pessoas muito vulneráveis, pela facilidade da mucosa anal contrair vírus e bactérias com facilidade. Algumas pessoas tem medo de aplicar o lubrificante no preservativo, pois, acreditam que ele possa se romper. Mas, isso não acontece, o recomendado é que seja feito exatamente isso.

5) Duchas para higienização: as duchas não devem ser usadas, pois elas irritam a mucosa anal. Além disso, durante a penetração não há riscos de sair fezes, o que pode acontecer é que depois da prática haja alguma surpresinha, mas o casal precisa estar preparado e levar isso tranquilamente. Por isso, antes de iniciar o sexo anal, o indicado é que não seja feito nenhum tipo de alimentação muito pesada ou rica em gorduras.

6) Anestésicos: os anestésicos não são recomendados para a prática anal, já que eles podem fazer com que a pessoa perca o controle dos movimentos. Além disso, pode machucar e causar ardências que só serão sentidos mais tarde após o efeito do anestésico.

7) Pressão: o sexo anal nunca deve ser feito forçado. Só experimente a prática quando tiver certeza que você quer mesmo, afinal, nada pior do que fazer esse tipo de relação sem vontade. 

8) Homens e o desejo pelo sexo anal: a grande duvida das mulheres é saber o porquê os homens sentem tanto desejo na relação anal. A vontade de iniciar a prática surge primeiramente pela penetração já que a região exerce uma grande pressão sobre o pênis. Além disso, no sexo anal o homem tem controle da situação e dos movimentos, o que foge das relações convencionais e eleva o grau de desejo do público masculino.

9) Orgasmo: as mulheres só conseguem atingir o ápice de prazer na relação anal, se forem estimuladas no clitóris ao mesmo tempo em que ocorre a penetração. O estimulo pode ser feito pela mulher ou pelo parceiro. Caso contrário, a mulher terá zero prazer na penetração anal.

O lubrificante não só diverte, como também é importante para um sexo seguro. E, caso você tenha alguma dúvida sobre ele, temos as respostas:

O que pode ser  lubrificante?

Só o produto que foi feito pra isso. O lubrificante não pode ser substituído por qualquer outro material que tenha em casa e seja deslizante. Eles foram criados especificamente para o prazer e conforto sexual, tornando as sensações mais suaves e naturais.

Por que usar lubrificante?

A lubrificação natural de uma mulher depende dos seus níveis hormonais, que variam ao longo do ciclo menstrual. Estresse, gravidez, menopausa também podem alterar esses níveis. Atualmente, mais de 30% das mulheres, de todas as idades, sofrem desse ressecamento.

Quando devemos usá-lo?

Com camisinha: normalmente, as camisinhas já são lubrificadas, mas um sexo intenso pode fazer com que essa lubrificação acabe. Vale lembrar também que quando secas, o preservativo pode rasgar. Então, lembre-se: além de diversão, é segurança.

Sexo anal: o ânus não tem lubrificação natural,  por isso, seu uso é extremamente necessário.

Como usar?

A dica é aplicar primeiro na palma das mãos (ou dedos), espalhe onde deseja: ânus, pênis, vulva, vagina, sex toy, preservativo ou qualquer outra parte do corpo, como nos mamilos, por exemplo.

Dicas importantes:

  • Cheque se você é alérgica a algum componente do lubrificante.
  • Lubrificante não é contraceptivo.

Agradar a mulher no sexo não é uma coisa fácil, principalmente no primeiro encontro. Além de lidar com a tensão de ter que causar boa impressão, o homem tem que contar com uma infinidade de variáveis, como controlar na bebida, deixar a mulher relaxada, caprichar nas preliminares. Tudo isso sem mencionar o sexo propriamente dito.

Para dar um ajudinha na hora H, a revista francesa Cosmopolitan fez uma pesquisa com 2,5 mil mulheres para eleger as 10 posições sexuais do Kama Sutra que elas mais gostam. Embora você não precise provar que é um acrobata do sexo, a lista serve para testar coisas novas e divertidas com a parceira. Só evite ficar trocando de minuto em minuto. Se ela esta curtindo o momento, mantenha a posição e o ritmo. As mulheres agradecem!

1˚ TIGRE BRANCO

A mulher fica de quatro e o homem a penetra segurando-a pelos quadris.

2˚ O TIGRE E O DRAGÃO

A mulher de quatro, colocando os joelhos sobre a cama.  Homem chega por trás, colocando as pernas dela entre as suas.  Quando ele entra por trás, ela aperta os joelhos um contra o outro.

3˚ ASCENDENTE

A mulher deita de costas, as pernas balançando para trás e coloca as pernas sobre os ombros do homem quando ele olha para penetrar. Ela se apega aos quadris de seu parceiro, que se apega a seu braço.

4˚ CADEADO

Com as nádegas na borda da mesa, a mulher atrai o homem com as pernas. Ela tranca as pernas na parte de trás de seu parceiro e na cabeça por uma pressão do pé sobre suas nádegas.

5˚ O BARCO BÊBADO

O homem senta em uma cadeira sólida, abre as pernas. A mulher se senta sobre ele, coloca os pés em ambos os lados da cadeira. Ela puxa os braços para cima e para baixo ao longo do pênis.

6˚ ABERTURA AMPLA

A mulher deita de costas e o homem vem por cima. É ela quem levanta a pelve para alcançar o nível de seu pênis. O homem fica parado enquanto a mulher esfrega para cima e para baixo.

7˚ “A BOMBA”

O homem está sentado em uma cadeira e a mulher senta em cima dele, à frente, e coloca os pés no chão. Ela introduz o pênis de seu parceiro na entrada de seu sexo.

8˚ POSIÇÃO DE LÓTUS

O homem senta de pernas cruzadas. A mulher senta em cima, envolve as pernas ao redor da cintura e coloca os pés em suas nádegas. O homem penetra enquanto estão agarrados, balançando para trás e para frente.

9˚ UNIÃO SUSPENSA

A mulher está de pé contra uma parede, com as pernas ligeiramente afastadas. O homem agarra suas coxas e levanta suavemente. O apoio na parede reduz a força que ele faz.

10˚ CÉST SI BON

A mulher se apoia em uma superfície dura que chega à altura dos quadris do homem. O homem chega próximo a essa superfície e ela eleva as pernas em seu pescoço. Aí é só puxar a parceira para si.

Fonte: https://manualdohomemmoderno.com.br/mulheres/10-posicoes-sexuais-que-elas-mais-gostam
Manual do Homem Moderno

Hoje é dia de falar de orgasmo, isso mesmo orgasmo! Melhor que isso hoje é dia de solucionar um tabu muito frequente entre as mulheres. Se você sente dificuldade em chegar ao orgasmo, ou mesmo se nunca sentiu esse gostinho nem se quer uma vez na vida, saiba que você não está sozinha. Chegar ao orgasmo com facilidade é privilégio de poucas mulheres.

A boa notícia é que é possível conquistar o prazer com treino, exercícios e autoconhecimento. No mês das mulheres a Rilex está preocupada em te fazer sentir muito prazer. Por isso vai umas dicas essenciais para você se conhecer e entender o que está acontecendo com seu corpo.

#Como saber se teve orgasmo?

O orgasmo acontece quando existe um estímulo físico, que dispara para o cérebro um gatilho que libera uma explosão de hormônios para seu corpo e que provoca sensações muito prazerosas, seguidas de um relaxamento profundo.

Muitas mulheres me dizem que não sabem ou que não tem certeza se já experimentaram um orgasmo. Outra coisa importante: pare de comparar as suas reações em relação ao sexo com a de outras mulheres. Muitas mulheres dizem que sentem a perna tremer, que sentem calafrios, que perdem a força nas pernas, que sentem vontade de gritar, enfim, as reações são mesmo variadas. Mas se você não sentir nada disso, não significa que o orgasmo delas é melhor que o seu, isso é bobagem.

 

#A diferença entre o orgasmo clitoriano e vaginal?

A maioria das mulheres aprende a se estimular e a se masturbar com a estimulação clitoriana (isso quando o fazem), deixando de lado o conhecimento da estimulação vaginal, feito através da penetração. Esse é um dos motivo pelos quais a maioria das mulheres têm mais facilidade em alcançar o orgasmo clitoriano, além do fato de o clitoris ficar um pouco mais exposto, o que facilita a manipulação.

A fisiologia é praticamente a mesma, tanto a vagina quanto o clitoris são áreas repletas de terminações nervosas que, se estimuladas da maneira correta, podem provocar muito prazer e consequentemente o orgasmo feminino.

#Dicas práticas para chegar ao orgasmo com facilidade

Um dos passos para isso é o autoconhecimento: tocar e olhar o próprio corpo para descobrir pontos de sensibilidade é primordial. Além disso existem técnicas que você pode testar como: A prática da ginástica íntima, ou pompoarismo, como é mais conhecido, ajuda bastante a mulher a conhecer melhor o próprio corpo, proporcionando uma consciência da musculatura vaginal muito maior, além de aumentar a irrigação sanguínea na região genital.

 

#A mulher é um ser orgástico

As mulheres não são menos orgásticas que os homens, pelo contrário, elas são fisicamente capazes inclusive de alcançar múltiplos orgasmos e mais intensos. Para isso a mulher precisa se abrir para as novas experiências e se conhecer. Quando se trata de sexo, o interessante é experimentar novas sensações e arriscar coisas diferentes. Por isso a dica mais importante: Não se prenda a clichês, se conhecer é a melhor solução para você entender seu corpo, e o que gosta!