Hoje é dia de falar de orgasmo, isso mesmo orgasmo! Melhor que isso hoje é dia de solucionar um tabu muito frequente entre as mulheres. Se você sente dificuldade em chegar ao orgasmo, ou mesmo se nunca sentiu esse gostinho nem se quer uma vez na vida, saiba que você não está sozinha. Chegar ao orgasmo com facilidade é privilégio de poucas mulheres.

A boa notícia é que é possível conquistar o prazer com treino, exercícios e autoconhecimento. No mês das mulheres a Rilex está preocupada em te fazer sentir muito prazer. Por isso vai umas dicas essenciais para você se conhecer e entender o que está acontecendo com seu corpo.

#Como saber se teve orgasmo?

O orgasmo acontece quando existe um estímulo físico, que dispara para o cérebro um gatilho que libera uma explosão de hormônios para seu corpo e que provoca sensações muito prazerosas, seguidas de um relaxamento profundo.

Muitas mulheres me dizem que não sabem ou que não tem certeza se já experimentaram um orgasmo. Outra coisa importante: pare de comparar as suas reações em relação ao sexo com a de outras mulheres. Muitas mulheres dizem que sentem a perna tremer, que sentem calafrios, que perdem a força nas pernas, que sentem vontade de gritar, enfim, as reações são mesmo variadas. Mas se você não sentir nada disso, não significa que o orgasmo delas é melhor que o seu, isso é bobagem.

 

#A diferença entre o orgasmo clitoriano e vaginal?

A maioria das mulheres aprende a se estimular e a se masturbar com a estimulação clitoriana (isso quando o fazem), deixando de lado o conhecimento da estimulação vaginal, feito através da penetração. Esse é um dos motivo pelos quais a maioria das mulheres têm mais facilidade em alcançar o orgasmo clitoriano, além do fato de o clitoris ficar um pouco mais exposto, o que facilita a manipulação.

A fisiologia é praticamente a mesma, tanto a vagina quanto o clitoris são áreas repletas de terminações nervosas que, se estimuladas da maneira correta, podem provocar muito prazer e consequentemente o orgasmo feminino.

#Dicas práticas para chegar ao orgasmo com facilidade

Um dos passos para isso é o autoconhecimento: tocar e olhar o próprio corpo para descobrir pontos de sensibilidade é primordial. Além disso existem técnicas que você pode testar como: A prática da ginástica íntima, ou pompoarismo, como é mais conhecido, ajuda bastante a mulher a conhecer melhor o próprio corpo, proporcionando uma consciência da musculatura vaginal muito maior, além de aumentar a irrigação sanguínea na região genital.

 

#A mulher é um ser orgástico

As mulheres não são menos orgásticas que os homens, pelo contrário, elas são fisicamente capazes inclusive de alcançar múltiplos orgasmos e mais intensos. Para isso a mulher precisa se abrir para as novas experiências e se conhecer. Quando se trata de sexo, o interessante é experimentar novas sensações e arriscar coisas diferentes. Por isso a dica mais importante: Não se prenda a clichês, se conhecer é a melhor solução para você entender seu corpo, e o que gosta!